Quinta-feira, 23 de Setembro de 2004

Amor...

tributoaumapoetisa_omaltes.jpg

Da janela do meu silêncio
Vejo a tua alma
Cresço nela e devagar...

Vou aprendendo que os anjos... amam por amar!
publicado por tartaruga às 12:21

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Charlotte a 1 de Fevereiro de 2005 às 19:31
Gostei sobretudo da antítese final do poema.
Bjs.
De albino santos a 8 de Outubro de 2004 às 15:53
...quando abrimos uma janela, encontramos sempre novos horizontes.

Beijo
De albino santos a 6 de Outubro de 2004 às 22:53
...muitas vezes o silêncio abre-nos janelas desconhecidas. E quando isso acontece depressa o silêncio se transforma em doce melodia...

Uma rosa para ti
De cristiana a 5 de Outubro de 2004 às 11:19
Se o amor fosse assim tão simples, era perfeito. Mas não basta amar, por muito que um amor seja muito forte e isso é desanimador. Mas eu acredito nele, sinto-o em mim, e tenho a certeza que é por ele que vivo.
De Maria Branco a 24 de Setembro de 2004 às 23:07
Meu Anjo, que o amor aconteça assim em ti, o amor pelo amor, apenas e só! Muitos beijinhos, tem um fim de semana feliz!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Shiuuuuuuuuuuuu....

. o meu silêncio em branco....

. magia...

. ...

. Hoje...

. Infinito...

. Meu pedaço de noite...

. Amor...

. Obrigado...

. Janela do tempo...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Junho 2005

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds